quarta-feira, julho 30, 2008

AMOR DE SENTIR, AMOR DE SE DAR

Não há amor maior que outro, só amar diferente. Nunca deixamos de amar alguém que se foi da nossa presença, mesmo quando outro alguém ocupa o posto de amor presente.

Se foi amor, ainda é chuva ardente; se foi paixão, foi cadente, há muito se apagou. Acreditar que só se ama uma vez, é limitar a experiência de amor.

Se Deus nos deu múltiplas oportunidades de experimentar tantas coisas nesse mundo, por que seria diferente com o amor de sentir e o amor de se dar?

Há mais de um amor e posso jurar: você vai amar mais de um amar.

Um comentário:

Rarefeita Perfeita disse...

Como gosto de te ler...
beijos voadores

PS: Será que vocÊ me permite anunciar seu blog no meu blog?rs...

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply