quinta-feira, maio 29, 2008

NARADA E O COPO D' ÁGUA

Durante as sua práticas espirituais, o sábio Narada recebeu a visita de Vishnu. O Deus do amor apareceu a sua frente na eremita em que ele se encontrava e começaram a conversar sobre o mundo espiritual e o mundo fisíco.

- Por favor, Sr Vishnu, mostre-me o poder mágico da sua Maya, pediu Narada.

- Eu o farei, venha comigo.

Da escuridão da caverna, Vishnu levou Narada através de uma terra sem vegetação, que parecia mais um deserto, pela maneira como o chão refletia o brilho do sol do
meio dia. Eles não tardaram a sentir sede, e após uma certa distância, avistaram uma pequena vila com algumas plantações e Vishnu falou:

- Você poderia ir ate lá e trazer água para mim?

- Claro Senhor. O sábio respondeu e se aproximou da pequena vila.

Os ocupantes da casa, logo vieram lhe receber com todas as honras, como se ele fosse um grande amigo. Narada, impressionado com a calorosa recepção, foi se sentindo
inteiramente em casa. Ninguém perguntou o que ele fora fazer lá, ele apenas era visto como alguém da familia. O carinho era tão grande que Narada foi ficando por lá e com o tempo acabou pedindo a mão da filha mais nova em casamento. O que era exatamente o que a familia queria. Doze anos se passaram, ele teve três filhos.

Quando o seu sogro morreu, ele se tornou o chefe da familia, e cuidava do sustento de todos com a pequena colheita que tinha em sua casa e com muito trabalho, mas ele era feliz.

No ano seguinte, a temporada de chuva foi violenta e toda a vila foi inundada, as casas foram sendo levadas,e as pessoas tambem. No auge do desespero, Narada teve
que segurar a sua familia para não ser levada pela água, mas não adiantou, a correntesa levou primeiro a sua mulher, depois os seus filhos. Por fim, acabou levando ele tambem, que se entregou a correntesa em direção a um penhasco.

Quase inconsciente e desistindo de lutar, Narada ouviu uma voz familiar:

- Criança? Era a voz de Vishnu - Onde esta a minha água? Estou esperando a mais de meia hora.

Narada se virou e sorriu ao ver o Grande Mestre e no lugar da água, o deserto escaldante ao meio dia. Visnhu tocou o seu ombro e disse:

- Compreende agora o segredo da minha Maya?

Essa historia foi narrada por RamaKrisnha, e faz com que a gente pense a respeito.

Como esta o nosso copo de água?

Fomos tragados pela Maya ou ainda temos alguma consciência do que viemos realmente fazer aqui?

E o seu copo de água esta vazio, pela metade, cheio ou você se esqueceu completamente dele?


Frank Oliveira

Um comentário:

Anônimo disse...

Nossa coração, que lindo...visualizei tudo assim...adorei.
Beijos da Auri

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply