terça-feira, abril 01, 2008

Incansável

Como uma pessoa tão verdadeira foi nascer no dia da mentira? Ironia da vida, só assim para explicar. O fato é que conheci poucas pessoas na vida tão honestas e tão verdadeiras. Norma Thuha é uma delas.

Essa mulher não tem vergonha de dizer a idade, não o faço aqui, por ser cavalheiro e também por saber que se tivesse de arriscar um número, eu diria: vinte e poucos de aparência e cento e muitos de conhecimento e sabedoria.

Hoje é o dia do aniversário dessa minha amiga, alguém que eu conheço há pouco tempo, mas já aprendi muito a admirar. Não só eu, mas também uma legião de milhares de fãs que trabalharam com ela como colegas, como supervisionados, como gerenciados e principalmente a equipe principal da sua vida: seu marido e seus dois filhotes.

Seria essa apenas uma mensagem de parabéns, se a Norma não fosse uma dessas pessoas que deixam pegadas em nossos corações. Inquieta, ela corre, briga, discute, batalha por cada um dos seus projetos. Possui uma energia que muita moça de vinte e tantos, ainda precisa achar. Ela conhece o seu potencial e sabe o que quer. Talvez, seja fruto de sua experiência; eu afirmo que não. Norma é uma incansável por natureza, onde você e eu, provavelmente desistiríamos por cansaço ou preguiça de ousar mais, ela continuaria cavando, até encontrar o seu tesouro.

É difícil não encontrá-la sem a sua companheira de jornada, Rosângela. A dupla dinâmica não é Batman e Robin, mas voam juntas e são as irmãs que a vida uniu e o universo enlaçou. Conheci as duas ao mesmo tempo e sempre tive dificuldade em saber onde começava uma e terminava a outra. Talvez seja esse, o espírito por trás de uma parceria, e isso fica muito mais claro quando percebemos que após desenvolver e instruir tantas pessoas pelo Brasil todo, elas colocam na prática aquilo que ensinam: trabalho coletivo é foco no resultado, sem estrelismo. Se o trabalho for bem feito, não vai aparecer o esforço de um e sim o envolvimento de todos.

Essa e outras tantas lições aprendi com as duas. E eu nunca teria tido essa experiência, se a Norma não tivesse olhado nos meus olhos durante uma entrevista para um emprego na empresa delas e perguntando: Você está disposto a colocar o coração nesse projeto? Foi ai que ela me ganhou, foi nesse momento que eu percebi, nesse sistema corporativo, onde o lucro está sempre em primeiro plano; há empresas sérias, profissionais dedicados e seres humanos que realmente se importam com os outros.

O tempo passou e acabei voando para outra oportunidade, mas deixei para trás duas grandes amigas e carrego comigo a história dessa dupla perfeita e hoje é, acredite em mim, o dia que uma delas veio ao mundo. Tudo o que tenho para dizer é: Caracas, God!!! Você acertou mesmo na mão quando criou a Dona Thuha.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply