quinta-feira, janeiro 31, 2008

Valéria

Há pessoas que passam por nossas vidas e ficam; outras se tornam rostos na multidão. Não por não serem importantes, mas porque na correria do dia-a-dia, não tivemos tempo suficiente para plantar, cultivar e fazer germinar uma semente de eternidade em seu coração. São pessoas que você desejaria ter conhecido e ter encurtado a distância entre alguém desconhecido e alguém que se deseja mais conhecer. Nessas curvas da vida, esses desencontros são freqüentes e as oportunidades de perder contato com essas pessoas queridas acontecem mais do que deveriam. Felizmente, isso não ocorreu com a Valéria...

Deixei um emprego e entrei em outro tão rapidamente, que mal tive tempo de me despedir do pessoal com quem trabalhava. Embora trabalhássemos em departamentos diferentes, Valéria, sempre surgia com um sorriso e um daqueles “Bom Dia” que fogem das saudações comuns e políticas das empresas.

Para quem começa a trabalhar numa nova empresa, há sempre o desafio de fazer novas amizades, não por interesse, mas para que o ambiente tão aparentemente hostil se torne confortável e amigável; principalmente num lugar onde as cobranças, os prazos, os relatórios e os problemas levam os seus níveis de stress a loucura. Em meio a luta diária contra o relógio, sempre tive vontade de parar um pouco a correria, ir até a Valéria e contar para ela o quanto o sorriso dela fazia diferença no meu dia, mas infelizmente o tempo passou e não tive tanto tempo assim de conhecê-la, mas sempre tive a sensação de que mesmo sem conversarmos muito, havia um carinho entre nós já estabelecido.

Sai da empresa como um foguete e na pressa, acabei não tendo tempo de ir até onde ela estava e dizer: “não foi um prazer te conhecer, é um prazer e continuará sendo, pois não quero perder o contato”; mas não fiz isso e perdi a oportunidade de ter conhecido uma pessoa fascinante.

Certo dia, recebi um e-mail e para a minha surpresa, era um e-mail da Valéria, que entre outras palavras disse que o nosso contato não ira se perder por essas curvas da vida. Enquanto mandava a resposta e outro e-mail ela respondia; percebi que, às vezes, um milagre ocorre; e mesmo quando perdemos a oportunidade de conhecer alguém, existe uma chance pequena, que mesmo tendo deixado essa pessoa querida para trás, ela venha até você.

Frank

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply