quinta-feira, janeiro 24, 2008

O Beijo II

Imagina o gosto da trufa derretendo no céu da sua língua,
Visualiza sua sede matada com água bem gelada num calor dos trinta.
O sabor da primeira garfada quando a fome é finalmente saciada,
Naquele eterno segundo vivido, em que seu paladar é um só com o tempero dos ingredientes do seu prato favorito.

É assim que quero o teu beijo.
Matando minha fome,
Saciando minha sede,
E derretendo em minha boca o doce sabor do desejo.

Não é pecado, nem é proibido;
Só quero teu beijo, com um desejo infinito de te provar.
Você sabe, nunca fui apenas seu amigo...

Não precisa fingir, sei que você quer também um beijo roubar.
Então vem e rouba sem aviso,
Pois meu coração já é teu, e faça a gentileza de bem cuidar.

Frank

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply