segunda-feira, outubro 08, 2007

O Pingo de Gente e a Lua


O Pingo de Gente e a Lua

Pingo de gente
Sonho gigante
Alcançar a lua

Com fitinhas roubadas
Criava mil laços
Enfeitava as ruas

Queria ser grande
Cair na estrada
O mundo trotar

Dos treze, a ultima.
Menina pequena
Tinha que aceitar

Mas a menina fez moça
Da moça á mulher
Passou num piscar

Da menina descalça
Vestido de chita
Pouco há a lembrar

Virou estrela ousada
Atrevida, nunca calada
Com o olhar no infinito

Trilha sua estrada
Sabe que há jornadas
Que se faz num grito

Mas paciente aguarda
Sua chance de na lua
O pé botar

Pois suas fitinhas douradas
Virarão asas
E em breve ela voará

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply