domingo, setembro 30, 2007

Duas Gotas

A lágrima caiu por temor que não houvesse ordem no caos; não houvesse amor, somente dor. Como explicar o espirro vermelho no próprio espelho, a vida escoando no sereno da mata, nas mãos de um louco, dois sonhos desfeitos.

Crianças voltando as estrelas de um jeito adulto; cicatrizes no corpo e na alma em meio ao susto, a violência, fim de um ciclo, fim de tudo.

Dizem que para tudo há uma razão de ser, que não cai uma folha sem um porquê, que não existe tragédia e nem punição; mas mesmo com fé em algo divino ou certeza, bate assim uma tristeza, quando sangra o coração.

Mas quando o mundo chora, por coisas que acontecem no aqui e agora e tudo parece sem razão; devemos silenciar a mente e emanar do peito amor e compreensão. Pois julgar não ajuda em nada e o melhor a fazer é enviar para todos o que há de mais nobre em nosso coração: a compaixão.

Frank

Notas do Autor: Duas crianças foram encontradas mortas no Parque da Cantareira em São Paulo. Suas mortes foram obras de um maníaco que as atacou e matou a semana passada.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply