segunda-feira, julho 23, 2007

Só Um Carro


Trânsito infernal, céu nublado de uma típica manhã de Segunda Feira. Em meio a um rio de automóveis, buzinas e fumaça, Sofía dirigia seu carro quando por descuido não viu o sinal ficar vermelho e freou bruscamente, mas não a tempo de impedir uma pequena colisão com outro carro que estava mais a frente.

Batida leve, pequeno susto, Sofia sabia que a culpa era sua e sendo assim, parou o carro, abriu a bolsa, retirou o cartão da seguradora e outro com os seus dados, porém antes que pudesse abrir a porta do veículo, a motorista do outro carro estava na sua janela gritando:

- Sua idiota!!! Você viu o que você fez??? – bracejava a mulher.
- Sim. O erro foi meu. Aqui está o meu cart...
- Claro que foi sua culpa, sua idiota. – gritou a mulher, jogando os cartões de Sofia no chão - Você não viu o sinal vermelho. O que tem de errado com você? É cega?

Sofia respirou fundo e manteve-se calma, enquanto a outra mulher a xingava sem parar, alimentando uma platéia de curiosos que aumentava cada vez ao redor das duas.

- É por causa de motoristas babacas como você, que vivemos nesse caos diariamente – dizia a outra motorista – Você vai pagar! Como vai!!!

- Eu já disse que foi minha culpa, aqui estão os meus cartões. Eu vou pagar pelo prejuízo.

- Vai pagar mesmo, sua filha da ...

A confusão continuou e a policia foi chamada. Sofia não conseguia compreender o motivo daquela fúria toda. Ocorrera um acidente, ninguém se ferira e ela tentava conversar civilizadamente para resolver a situação e tudo o que a outra motorista queria era brigar. O pessoal que observava começou a incentivar a briga. Uns aplaudiam, outros riam como se o acidente fosse um show. Contudo, Sofia permaneceu calma e a briga que a multidão esperava não ocorreu. Os policiais chegaram, um deles afastou a outra motorista, enquanto o outro policial pegava os dados de Sofia.

- A senhora parece bem. Fico contente que não tenha perdido o controle, em acidentes assim, o melhor é conversar e resolver tudo amigavelmente. Estou com seu cartão e os dados do seu carro, pode ir, que resolveremos os demais procedimentos com a outra motorista, mas antes me diga como conseguiu manter a calma, com todo esse circo que se formou?

- Ninguém se feriu – disse Sofia – quanto ao resto, é só um carro, não?

Frank

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabens ah essa mulher por paciencia que ela teve de aturar a mulher mal morada....esta certa ela apenas um carro a outra devia de agradecer por nao ter se ferido nen uma das dua e niguem.....ass gustavo.

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply