terça-feira, outubro 03, 2006

O Poder da Escolha

São duas da tarde, depois de tanto procurar, finalmente encontro um restaurante bom e barato no Itaim Bibi. Desde que comecei a trabalhar na região tenho peregrinado para achar um “B e B” e finalmente, encontrei o lugar certo. Acomodado, escolho a mesa, puxo a cadeira, e abro o cardápio; escolho meu prato feito, peço meu suco de laranja natural e enquanto a comida não chega, rabisco frases desconexas no guardanapo (sempre faço isso, só pode ser alguma compulsão). O restaurante ainda está cheio, apesar de não ser mais horário de almoço. O garçom vem até as mesas e pega o pedido, a maioria o chama pelo nome, devem ser clientes que sempre almoçam por ali. Um dos clientes pergunta pro garçom:

- Você não votou nele, votou?
O garçom olha encabulado, não quer responder. O engravatado ri, a platéia aplaude e espera ansiosa a resposta do rapaz, que com forte sotaque nordestino, responde:
- Sim, eu votei nele, esta bem? – diz e visualmente encabulado, sai da mesa e segui em direção a cozinha, sendo salvo pelos pratos já prontos.

Os engravatados comentam entre si, que “esse povo” não sabe votar. O garçom evita voltar à mesa e enfrentar os olhares inquisidores, afinal não pode discutir com o cliente que sempre tem razão; mesmo quando julga, mesmo quando paga a conta com uma salada de preconceito.

O garçom me faz lembrar do meu amigo afegão Kassim, que conheci em Londres. Trabalhávamos no mesmo restaurante, e quando ele ia servir as mesas e alguém lhe perguntava, de onde vinha; ele respondia cabisbaixo: “Afeganistão”.

Era 2001, seu país acabara de ser invadido pelos Nortes Americanos e ele era um dos primeiros refugiados a chegar a Londres. Logo virou motivo de curiosidade naquele restaurante de um clube de classe alta inglesa. Todos sabiam de onde ele era, mas parecia haver um prazer sádico em perguntar-lhe sempre a mesma pergunta.

Com o tempo, Kassim, foi perdendo a vergonha e começou a responder com segurança e orgulho, percebera finalmente que não havia vergonha em ter vindo do Afeganistão. Quanto mais seguro ele respondia, menos os clientes perguntavam.

Naquela tarde, ao ver o Garçom, vi no moço o meu amigo Kassim, principalmente quando ao voltar a mesa, e começar a ouvir piadinhas, o garçom respondeu:

- Olha, tenho direito de votar em quem eu quiser, até onde eu sei, democracia é ter poder de escolha. – disse com firmeza – e sim, votei nele, você votou no outro e assim vamos construindo um país livre para todos, onde todos se respeitam independente das suas escolhas.

Todos na mesa se calaram, eu quis bater palmas, mas ao invés disso, deixei uma caixinha para ele ao pagar a minha conta no caixa. Afinal, estamos mesmo num país livre, onde todos têm a escolha de votar em quem quiser. Imagine se não tivéssemos o poder de mudar os rumos do Brasil pelo voto? Cuba é maravilhosa nos sonhos de quem nunca viveu sob o regime do Senhor Castro. O preço a pagar por nossa liberdade é conviver e respeitar a opinião do outro, principalmente quando for diferente da nossa.

Frank Oliveira

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde Frank e demais voadores.
Que beleza de crônica, vc foi direto ao ponto!
A questão realmente é saber ou, pelo menos tentar aprender a conviver com as
diferenças. Infelismente o que podeira ser a grande oportunidade de um povo
sofrido e que nunca tinha tido representação tenha apenas servido para
desmistificar um grande movimento oportunista, que eu, particularmente acompanho
tem uns 30 anos.Felismente cai na real um pouco antes, mas e o povão?Aqueles
amigos que nos servem nos bares , nas cozinhas,nos postos de gasolina desse pais
a fora?Sinto por eles, apesar de não concordar com isso que está ai, isso é
outra coisa.
Mas que sua cronica me tocou, tocou.
Obrigado pela clareza.
Um abraço fraternal a todos,
Guilherme Maia

From Voadores

be disse...

酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗幻想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗幻想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗幻想,
夢世界,

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply