quarta-feira, fevereiro 01, 2006

O Conto do Meio Copo

- Deus não existe – disse ela, chocada com as cenas que via na TV de um resgate de um bebê que fora jogado num rio. – Se Deus existisse, não permitiria que uma mãe fizesse isso com seu filho recém nascido – Completou irada, colocando o abandono da criança na sua lista semanal de desgraças urbanas.

Seu marido ouviu o comentário sem nada falar, sabia que ela esperava alguma resposta, mas era inútil argumentar. Já havia lido sobre o que ocorrera no jornal e sabia que o bebê estava bem e justamente por isso era que ele acreditava no oposto do que a sua mulher falara; ele sabia que aquele resgate milagroso era justamente a prova que havia um poder maior atuando sobre as nossas vidas. Para ele, tudo tinha a sua razão de ser, até as tragédias.

Ele não sabia explicar, mas por toda a sua vida, percebeu que as tragédias e os milagres sempre caminharam de mãos dadas e chegavam sempre a uma espécie de equilíbrio que nos empurrava pra frente; mas essa certeza intima, não é algo que se comente apenas que se sinta. Essa certeza é algo que carregamos conosco e que nos permite vivenciar ou observar essas tragédias com olhos de quem voa por cima e por não ver barreiras, entende o mundo como um todo.

Não adiantava convencer a sua mulher disso, nem muito menos ninguém; afinal há sempre quem enxergue um copo com água pela metade como um copo meio vazio e outros como um copo meio cheio. Através da lei dos opostos e dos diferentes pontos de vista, a humanidade em seu devido tempo caminha.


Frank Oliveira
http://cronicasdofrank.blogspot.com

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply